juntos somos mais fortes

  • Recente

    sábado, 23 de julho de 2011

    Principio do fim




    Iminente acordo para venda dos jogos do Benfica a 40 milhões por época!

    Pais do Amaral será o comprador. Verba representa cinco vezes o que a SportTV paga actualmente. Oliveira tem direito de preferência...

    Luís Filipe Vieira e Miguel Pais do Amaral, presidente do conselho de administração da Media Capital, detentora da TVI, estão prestes a concluir as negociações tendentes à venda dos direitos televisivos dos jogos do Benfica, por um período de três anos, a partir de 2013, por uma verba de 40 milhões de euros por época, cinco vezes mais do que os encarnados actualmente encaixam do contrato com a SportTV.

    Desde o início do processo de negociação dos direitos televisivos do Benfica, que coincidiu com a tomada de posse de Luís Filipe Vieira, após as eleições de 2009, o líder encarnado afirmou reiteradamente que o clube estava a ser pago abaixo do que valia pelos seus direitos televisivos e que procuraria sempre a solução que melhor defendesse os interesses do Benfica. No entanto, nunca deixou de dizer que daria a Joaquim Oliveira e à Sportinvest, a quem está actualmente ligado contratualmente, direito de preferência caso igualasse a melhor proposta. Porém, uma vez que o Benfica recebe actualmente oito milhões por época e o valor em causa, segundo fontes próximas de Pais do Amaral, representa cinco vezes mais, não será fácil a Joaquim Oliveira igualar a parada...

    Mas a questão envolve ainda contornos mais complicados, no que respeita a Joaquim Oliveira, uma vez que o contrato que tem negociado com o FC Porto prevê que, independentemente da entidade com quem o Benfica chegar a acordo, o montante a receber pelos dragões nunca poderá ser inferior a 80 por cento do que as águias auferem (entre 2013 e 2018, o FC Porto tem acordo com Joaquim Oliveira para receber 20,7 milhões por época). Significa isto que, se a melhor proposta para o Benfica for de 40 milhões de euros por época, Joaquim Oliveira deverá, automaticamente, subir os proventos dos dragões para 32 milhões por temporada.

    Perante este cenário, há uma revolução em marcha relativamente ao desporto na TV em Portugal, especialmente no que ao futebol diz respeito. Por um lado, fontes próximas de Pais do Amaral dizem-se preparadas para um projecto de longo curso nesta área dos jogos do Benfica; por outro, a recente aquisição, por parte da Benfica TV, de cerca de 200 jogos internacionais, torna-a, desde já, uma concorrente directa da SportTV e um trunfo adicional de monta para a plataforma MEO, onde é difundida, contra a ZON, de que Joaquim Oliveira é accionista de referência, que não possui direitos sobre a televisão dos encarnados.


    Sem comentários:

    Enviar um comentário

    Follow by Email