juntos somos mais fortes

  • Recente

    quinta-feira, 5 de julho de 2012

    Excelente texto

    Revejo-me quase a 100% neste texto. Toca em diversos pontos importantes que deviam ser esclarecidos e/ou resolvidos pela actual direcção.
    Em Outubro há eleições...



    Tiago Pinto - AG Benfica 14 de Junho, 2012

    Nota 1: o tempo que demorei a colocar aqui a intervenção na AG do Benfica foi o tempo que precisei para pensar se ao fazê-lo estava a pensar em mim ou no Benfica. Não quero ter protagonismo à custa dos problemas do Benfica, quero é que o Benfica vença esses problemas e regresse ao caminho das vitórias. Acabei por decidir assim porque acho que os meus leitores merecem-no, contudo continuo com dúvidas se é o melhor...

    Nota 2: o entusiasmo era tanto que não li integralmente o que aqui se encontra escrito. Fui seleccionando informação para tentar respeitar o pedido do Presidente da Assembleia em cumprir o tempo.
    Exmo. Sr. Presidente da Assembleia,
    Exmo. Sr. Presidente Luís Filipe Vieira,
    Caros consócios,
    Em primeiro lugar gostava de partilhar convosco a felicidade (e nervosismo) que hoje sinto ao falar perante vós. Nasci Benfica, morrerei Benfica e nesse dia se me recordarem como “um grande Benfiquista” dar-me-ei por feliz. Assim sendo, exercer este direito de falar numa AG do Benfica é um dos momentos mais marcantes da minha vida. Fiz 300 km para aqui estar, mas percorro esta distância tantas vezes que os 300 km de regresso não me assustam se ficar com a consciência tranquila de que neste momento difícil do Clube disse o que pensava.
    Por isso aqui vai. Sr. Presidente começo por lhe sugerir uma homenagem a todos os Presidentes do Benfica, ao redor do Estádio, seria bonito termos estátuas ou bustos daqueles que foram os homens eleitos por nós e que lideraram esta enorme instituição. Até porque você fez por merecer esse estatuto de estatuável. Como o Sr. Presidente não se cansa de nos recordar foi consigo que construímos estas maravilhosas infraestruturas, foi por si que tivemos o caixa futebol campus, foi com a sua liderança que ganhamos credibilidade financeira e social, foi nos seus mandatos que revitalizamos a marca Benfica e, porque não dizê-lo, você também nos permitiu regressar aos títulos, no futebol e nas modalidades. Está aqui um sócio que votou sempre em si e sentiu, durante muito tempo, satisfação por isso.
    Contudo, Sr. Presidente, ao contrário de outros grandes Presidentes, o Sr. não se questiona e interpreta mal as críticas daqueles que amam o Clube, como eu. O Sr. Presidente não se auto- avalia e já não procura no Benfiquismo a resolução para os problemas que surgem. Questiono-me se ainda está em condições para ser lider do meu Clube porque sinto que o Sr. traiu o Benfiquismo. Hoje gostava aqui que me provasse o contrário, respondendo às seguintes perguntas:
     1ª) Como posso eu acusar os árbitros de, mais uma vez, terem roubado e espoliado o Benfica no campeonato quando o Sr. Presidente esteve calado durante toda a temporada, não agiu de forma pró-activa e, pior do que isso, apoiou duplamente um homem da fruta para Presidente da Liga e da Federação Portuguesa de Futebol?
    2ª) Como posso eu continuar a criticar clubes que usam as transferências de jogadores para pagar favores, para lavar dinheiro, para dar prendas a empresários quando o Benfica tem na sua folha salarial 70 jogadores profissionais de futebol? Como posso acreditar nas suas palavras de contenção económica quando vejo o Benfica pagar transferências e salários de jogadores que nunca irão vestir a camisola do Benfica? Como posso confiar na sua gestão desportiva quando você próprio, numa entrevista na RTP disse: “por vezes os jogadores são como os melões, só se sabe se são bons depois de abrir” ou “às vezes os processos de transferência são tão complexos que temos de comprar um mau para trazer um bom”?E mesmo com 70 jogadores ainda deixamos fugir Falcões, Danilos e outros para o inimigo...
    3ª) Como posso eu continuar a orgulhar-me do Caixa Futebol Campus, do trabalho que lá se faz, de treinadores competentíssimos como Bruno Lage, dos jovens jogadores que vencem em Portugal e em torneios internacionais contra as melhores equipas do Mundo se depois os vejo – a todos – trocados por um qualquer jogador sul-americano sem qualidade? De que nos serve apostar e investir na formação se depois os nossos jogadores raramente chegam à equipa principal? É uma questão de política e não técnica como vocês querem fazer parecer. 
    4ª) Como posso continuar a confiar em si quando me pejou esta direcção/administração de pessoas não Benfiquistas? Armou durante muito tempo o princípio do profissionalismo fazendo passar por incompetentes os Benfiquistas e o resultado está à vista: 2 campeonatos nacionais em 9 anos! Felizmente no Benfica somos muitos e bons e não faltam na praça Portuguesa Benfiquistas dedicados e que estariam na disposição de servir o Benfica colocando ao seu dispôr a sua competência. Mas o Sr. Presidente ignora os princípios do nosso Clube e foi preenchendo funções estruturantes do nosso Clube com pessoas que são de outros clubes e, nalguns casos, até já serviram outros clubes. E, já agora, já identificou o bufo? E o que lhe fez? 
    5ª) Como posso defendê-lo a si, Sr. Presidente, quando nos anda a prometer há anos a desvinculação da olivesdesportos, potenciando assim uma nova etapa do futebol Português e nunca a concretiza? Mais, ainda se dá ao luxo de sentar ao lado de Eusébio uma pessoa que mais não tem feito do que roubar, no campo e na carteira, o Benfica? O mesmo se passa com Salvador, são amigos seus, não são amigos do Benfica. 
    6ª) Como posso continuar a confiar na liderança de um Clube que apoia e trata bem uma claque como os No Name Boys quando precisa dela e depois proíbe a entrada de faixas e apelida-os de “abutres” ao serviço de outros interesses? Para que conste não faço parte da claque e nunca tive oportunidade de ver um jogo ao lado deles, mas repugna-me a forma como aquele grupo fiel e dedicado ao Clube foi tratado apenas por exercer o seu direito de protesto. Há ali gente que viu mais jogos ao vivo do Benfica que o próprio Presidente e, como tal, tem todo o direito de protestar e de gritar “O Benfica é nosso e há-de ser...” 
    Felizmente Sr. Presidente continuo a defender o meu Benfica em todo o lado porque sei dinstiguir bem o Benfica daqueles que, temporariamente servem o Benfica. Você não é o Presidente do Benfica, é o Presidente em exercício do Benfica, esse lugar não é eterno e, ao contrário de outros clubes, aqui quem manda somos nós: os sócios! Como já referi, o Sr. Presidente deu-nos muita coisa, mas está a tirar-nos o essencial: o Benfiquismo! Não não somos nem queremos ser como os outros, nós somos Benfica! E o Sr. Presidente está no caminho errado e que, ainda por cima, nos traz derrotas...Já pensou, por um instante, que a sua principal bandeira é incoerente?! Ou seja, se o seu trabalho foi reconstruir o Benfica e dar-lhe solidez para depois poder chegar aos títulos, como explica que tenha ganho tantos títulos no 1ª mandato como nos dois restantes? 
    Espero que catalize os seus esforços para uma reflexão profunda sobre o Benfica em vez de se preocupar com as opiniões divergentes que aparecem nos blogs (eu tenho um: chama-se benficadependente), na imprensa e na Benfica Tv. O Benfica já era uma democracia quando o país não o era e, como tal, não admito a ninguém que considere abutres Benfiquistas que têm opiniões diferentes. Abutres são todos os que não sendo Benfiquistas estão sempre prontos para nos atacar em momentos de debilidade, um exemplo desses é José Veiga a quem recuso chamar Benfiquista, mas também aí, Sr. Presidente, tenho algo para lhe dizer: foi você que o trouxe para aqui! Nessa altura, como em muitas outras, se tivesse ouvido os Benfiquistas nunca o traria... 
    Termino admitindo que a minha relação com o Benfica não é saudável, é de total dependência. Futebol, modalidades, camadas jovens, história, como diz um grande amigo meu: “nem que seja uma corrida de caracóis, se tiver uma camisola do Benfica...tudo o resto é secundário...” Tudo é secundário em relação ao Benfica porque o Benfica é uma ideia, uma forma de viver. Não posso exigir que vocês, que lideram o Clube, sejam e vivam como eu, mas não posso aceitar que a matriz ideológica deste Clube se perca em detrimento de uma estabilidade que, ainda por cima, nem vitórias nos traz. Não posso aceitar de forma passiva que Nuno Gomes tenha sido empurrado do Clube, que Simão não regresse apesar de se oferecer todos os dias, que Rui Costa tenha perdido protagonismo e influência no futebol do Benfica porque são homens como estes que fazem o Benfiquismo e não os “profissionais” que o rodeiam. 
    Fico, honestamente, à espera dos seus esclarecimentos e, entretanto, Viva o Benfica! 
    P.S: agradeço aos sócios que me cumprimentaram no final da AG, dando os parabéns pela intervenção, e só é pena que não tenha ficado com algum contacto de toda a gente porque é esta gente nova que vai perpetuar este Benfica.
    P.S: ao sócio (que estava na bancada) e se dirigiu a mim agradecendo em nome dos No Name adorava retribuir podendo ver um jogo ao pé deles, se alguém o conhecer façam esse favor...

    Sem comentários:

    Enviar um comentário

    Follow by Email